12 abril 2013

Resenha: A Linhagem


Autora: Camila Dornas
Editora: Novo Século
Páginas: 336
Ano: 2013


 Londres do século XVIII. A capital da Inglaterra era um dos mais importantes centros do mundo. Vestidos pomposos, elegância e boas maneiras. Um tempo onde as posses e a reputação regiam a sociedade. A igreja possuía poder absoluto e condenava aqueles os quais pesava a suspeita de bruxaria – a arte oculta temida e repudiada pelo senso comum. Nesse cenário intimidador, surge uma mulher especial, com dons inimagináveis. E um destino grandioso... (Skoob) 






 A Linhagem foi o primeiro romance de época junto com sobrenatural que já li. E posso dizer que a experiência foi maravilhosa. Ainda mais, por ser um livro nacional.

 Com uma narrativa extasiante, Camila Dornas nos leve a antiga Londres do século XVIII,  para conhecer Evangeline Bennett, uma jovem que ainda pequena, perdera a mãe, e também nessa época, descobriu ter dons especiais. Eva consegue controlar todos os quatro elementos: Água, Terra, Fogo e Ar.

 Ela gosta disso, gosta de sentir o poder emanando de suas veias. Porém, todo esse poder deve ser mantido em segredo, pois se alguém descobrisse ou sequer desconfiasse disso, Eva seria considera bruxa e a fogueira seria seu destino final. E seu pai, Julian Bennet, um dos homens mais ricos e influentes da época, a lembra disso todos os dias, não por preocupação, mas por ser um homem cruel, que só quer se livrar de Eva. Por isso, logo trata de arranjar um noivo para ela, um homem tão arrogante e desprezível quanto si próprio.

 Na noite do baile dedicado a seu noivado, Evangeline acaba conhecendo Henry Atlee, o novo empregado da enorme propriedade de seu pai, um belo jovem que parece entendê-la, mesmo sem conhecê-la, conhecer seus segredos. E ainda nessa noite, Eva conhece Dorian, um rapaz que parece saber bem mais do que deveria, e que também tem muitas respostas para as perguntas que Eva guardou só para si durantes todos esses anos.

 Mas esses bons momentos duram pouco, boatos sobre um atentado contra do Rei foram espalhados, e esse não foi nada natural. Os homens que tentaram matá-lo, simplesmente definharam até sobrarem apenas ossos no chão. Pessoas estão sendo acusadas injustamente de bruxaria, agora só resta para Eva e seus amigos tentarem descobrir quem está por trás disso e pará-lo. 


Empinei o nariz uma vez mais, recusando-me a parecer assustada ou submissa às ordens dele. 
Eu nunca abriria mão de meus dons. Eles eram partes de quem eu era. Era a única coisa que ninguém jamais poderia tirar de mim, mas meu pai não precisava saber disso.
 Gente, estou apaixonada, esse livro é simplesmente perfeito, autora nos presenteou com um livro maravilhoso e completo. A Linhagem tem tudo o que mais amamos: Romances para suspirar, aventura, ação e poderes inimagináveis e surpreendentes, em uma trama viciante e cheia de reviravoltas, aqui não existe narrativa parada/ arrastada, são surpresas atrás de surpresas e quando eu parava um pouco para respirar, aí já vinha a autora me surpreendendo ainda mais, só para se ter uma ideia, fiquei acordada até as 3:00 hrs da manhã, lendo.

 Todo o cenário foi muito bem construído e descrito, as roupas, as mansões, os bailes.
 Os personagens são maravilhosos, Evangeline é uma protagonista corajosa, carismática e amiga, ela vê o poder dela como uma dádiva e ainda, ela não é uma garota que aceita tudo o que lhe é imposto, ela faz o que acha certo e bom para si mesma e para os outros. Henry é o cara romântico e protetor, sabe dizer as coisas certas nas horas certas. Dorian foi o personagem mais enigmático do livro, ele aparece quando menos esperamos e, ainda deixa um rastro de perguntas no ar. Há ainda os melhores amigos da Eva, Genevieve, que é uma garota incrível e ainda, sabe muito bem usar o charme e a beleza a seu favor, Albert é o "bêbado" mais bem humorado e doido que já conheci em livros.

 Me diverti bastante durante essa leitura, com os diálogos engraçados, personagens carismáticos, românticos e sarcásticos, cada um com uma personalidade diferente, mas todos os amigos da Eva ganharam meu carinho, e o livro, um lugar especial entre os meus favoritos.
 Então aqui fica a dica pessoal! A Linhagem é um livro que super recomendo. Vamos prestigiar os autores nacionais.

 Termino essa resenha que uma das quotes que mais amei:

- Você está me olhando de um jeito engraçado - disse eu.
- Quero guardar a exata expressão dos seus olhos.  
 Eu sorri, flertando.
- Você vai esquecê-la assim que o sol nascer.



  Ele sorriu e era como o próprio sol. Pegou meu queixo em suas mãos, fazendo nossos rostos ficarem a centímetros um do outro.

- No meu último suspiro, quando sentir a vida deixar meu corpo, a última coisa que me esquecerei será do modo como me olha agora.

 Quero agradecer muito a autora Camila Dornas, pela confiança e carinho, e também pedir desculpas por qualquer coisa.

Deixo aqui as redes sociais do livro e autora:

3 comentários:

  1. A história é mesmo muito boa! Acho o Henry e a Eva um casal legal, mas ainda prefiro Dorian (forever!!) O Albert e a Genevieve são ótimos. Só fiquei triste no livro com o final de um certo talento...

    kissus
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  2. Oi. Seguindo. Segui de volta? Bom, eu já ouvido falar desse livro em outros bloogs, nunca me interesseu nele, a história não me chamou muito a atenção, mas quem sabe eu não acabo lendo. Mas só depois de terminar de ler 50 tons. rsrs. O ultimo livro é o melhor da trilogia.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, não conhecia esse livro, deu vontade de ler ele, a historia parece ser ótima.
    bjss

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, assim que possível retribuirei a visita.
Todas as perguntas serão respondidas aqui.
Beijos