27 agosto 2012

Resenha: Belo Desastre

Autora: Jamie McGuire
Duologia: Belo Desastre - livro 1
Editora: Verus
Páginas: 392
Ano: 2012
 A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. (Skoob)

 Após ler essa sinopse incrível, me convenci de que precisava desesperadamente deste livro. Assim que consegui encontrar um preço bacana, não pensei duas vezes e comprei. E o que dizer agora? Bem, para mim foi dinheiro perdido.

 Começando pelo começo, a sinopse transmite uma ideia completamente errada sobre o livro, eu esperava uma estória envolvente, engraçada e sexy, e foi exatamente o contrário. Em Belo Desastre temos a protagonista Abby Abernathy, que para esquecer seu passado e começar uma nova vida, se muda com sua amiga America para uma nova cidade, e vai para a faculdade. Abby quer ser uma garota exemplar e ficar o mais longe possível de problemas, porém tudo muda quando ela conhece Travis Maddox, um bad boy todo tatuado que para ganhar uma grana extra, passa algumas noites lutando em um club clandestino na faculdade.

 Como se não bastasse, Travis também é um tremendo cafajeste, passa os dias seduzindo garotas, e dormindo com uma diferente a cada noite. Abby é a primeira garota que foi capaz de dizer não ao Travis, o que só aumenta a vontade dele de levá-la para seu apartamento e jogá-la em seu sofá da perdição. A proximidade entre eles fica maior a cada dia, já que o namorado de America é o primo de Travis. Então, antes de uma luta, Travis lança uma aposta para Abby, se ele levar um soco de seu adversário, Travis ficaria um mês sem sexo, mas se sair ileso da luta, Abby terá que morar durante o mesmo período em seu apartamento. Façam suas apostas!

 Resumindo: Festas, bebedeiras e um amor obsessivo.
 O livro inteiro foi focado somente na "amizade, amor, e chute na bunda" dos protagonistas. Uma vez ou outra foca no passado conturbado de Abby e Travis. Os personagens são fracos, Abby, no começo, nega qualquer coisa a mais com Travis, diz só querer a amizade, porém fica se remoendo quando ele enfim para de tentar levá-la para cama. Tipo: Será que sou a única garota no mundo que Travis se recusa a transar? Por que ele não me quer? Eu sou tão horrível? - Fala sério, não dá vontade de dar uns cascudos numa personagem assim?

 E Travis, sim o cara que pensei (e esperava) ser mais um bad boy sexy, sarcástico e engraçado acabou sendo um dos personagens mais chatos dos últimos tempos. Travis fica super obcecado pela Abby desde que recebeu um não. Sério, até quando Abby está no banheiro, ele tem que entrar para ver se está tudo bem, e ai do cara que respirar no mesmo ambiente em que ela estiver! Travis, mesmo com sua pele tatuada sobre músculos super definidos, você passou longe de me conquistar!

 Apesar de já serem maiores de idade e não morarem mais com os pais, os personagens não passam de crianças, tanto na personalidade quanto nas atitudes. Ah, e Belo Desastre ainda conta com algumas cenas hot, mas nada de extraordinário! Não achei química nos personagens! Para falar a verdade, já li cenas mais românticas e sexy em YA.

 Bem, não posso negar, a narrativa da Jamie conseguiu me prender, acho que estava louca para alguma coisa de verdade acontecer, uma reviravolta de tirar o fôlego. Infelizmente só fiquei na espera.
 Os direitos do livro foram vendidos e em breve teremos uma versão cinematográfica de Belo Desastre.

 Esse é um livro que eu não recomendaria, mas se você está curioso, arrisque-se e leia, talvez você ame.

Um comentário:

  1. Eii,
    Estou lendo Belo Desastre e estou amando. Adorei sua resenha, e a narrativa da Jamie também me prendeu .
    Beijos,
    Joyce.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, assim que possível retribuirei a visita.
Todas as perguntas serão respondidas aqui.
Beijos